arrow_drop_down
Emunáh

Emunáh

Emunáh

Habacuque 2: 4

A situação da nação, entre o pecado e o ataque dos Caldeus gerava angústia e perplexidade ao profeta Habacuque. Por que o pecado do povo não era punido? Como Deus Santo pode usar um instrumento profano (Os Caldeus) como punição e juízo?

O profeta se põem na torre de vigia e aguarda que o Senhor lhe fale, dê resposta. Vemos uma atitude correta para as questões que não temos respostas: Por que isto está acontecendo? Qual a razão da tribulação, do infortúnio?

Certamente você passou ou está passando por momentos delicados, que trazem preocupações. Aprendemos que o melhor é falar com Deus, abrir o coração, orar para que o Senhor nos conforte.

No caso de Habacuque, nenhuma resposta direta lhe é dada a sua interrogação, mas lhe é assegurado que a "fé" com paciência (emunáh) terminará saindo vencedora.

Hebreus 10: 38 diz: "Mas o justo viverá pela fé..."

Este é o grande desafio e resposta para nossa vida.

Pr. Stifft